quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

O Mundo Pop de Madonna

(M) Pop&Arte é a nova coluna do MInsane assinada pela Iarinha Pereira.

E passo a palavra a ela:

"O baú criativo de Madonna parece não ter fim. Quando a gente pensa que já viu de tudo, lá vem ela e nos sacode de novo. É assim há quase 30 anos: ditando moda, antecipando tendências, derrubando tabus, escandalizando... A cada trabalho ela deleita seu público dando aquilo que ele quer e mais, muito mais. Para quem não se contenta apenas com a parte comercial da ‘coisa’ aprende que por trás do fenômeno pop há uma mulher bastante inteligente e criativa que aproveita influências em diversas áreas para sua arte como um todo.

Do cinema europeu a Salvador Dali, as fontes de inspiração de Madonna são as mais variadas – abarcando conhecimentos da Kabbalah, judaísmo, cultura oriental e hindu até ritmos mais urbanos como hip hop e rap. Múltiplas influências de uma artista acostumada com excessos, tanto de escândalos quanto de sucessos, mudanças e claro: capacidade de reinvenção.

Ao longo da sua carreira, Madonna escreveu sua história com performances memoráveis e seu looks inovadores. Inscreveu sua persona no inconsciente coletivo com auxílio de símbolos que qualquer ser humano é capaz de identificar como sendo seu em questão de segundos.

O que dizer sobre a coroa envolta por raios da capa de Like a Prayer? E do sutiã cônico da turnê Blond Ambition? O Cristo estilizado da capa de remixes. Visionária desde sempre, ela entendeu definitivamente – assim como o seu público, em resposta – que cada novo passo deveria vir acompanhado de uma imagem/símbolo tão forte quanto a sua própria presença. Isso explica o reconhecimento instantâneo dos símbolos aos quais me referi acima.

A arte criada pelo Christian "The Red" de Sousa para o logo da coluna (M) Pop&Arte, me remete à uma grande fusão de idéias do passado sendo apresentadas no presente. Identifico a arte de um álbum que considero uma das obras-primas já feitas por Madonna: Like a Prayer.

Produto de si mesma, Madonna criou e ainda continua a criar imagens e símbolos tão fortes e carregados de significados que a eternizaram. Mais do que isso, Madonna coleciona arte. Mas quem se importa não é mesmo?"


Iarinha Pereira
Colunista do MInsane


Acesse a coluna, clique aqui.

Red Kisses,

Chris(indo fundo nas inspirações de Madonna)
Postar um comentário