sábado, 19 de junho de 2010

Arte Moderna e Contemporânea

Oi, pessoal

hoje, pela manhã, tive a última aula no cuso de Marketing Digital e Comunicação na ESPM, com as apresentações dos projetos finais dos grupos. Nosso grupo fez uma ótima apresentação e vem coisa muito boa por aí, em breve, comentarei mais sobre isso.

Agora, estou aqui na ACasa, escola contemporânea de humanidades, no Casa Park, na primeira de cinco aulas do curso de Introdução à Arte Moderna e Contemporânea.

Para começar, algumas terminologias


Umberto Eco: todo mundo fala, mas ninguém entende
Ars = scientia
Artifício > Habilidade (dom, jeito)
Arte:
- Intenção inteligente
- ordem e desordem
- exibição/emprego de habilidade
Gesltalt = forma

Tripé: Forma - Conteúdo - Contexto

Forma: aparência, exterioridade. Como julgar o que é bom e ruim, se isto seria possível, talvez o caminho seja a coerência da forma.

Conteúdo: qualidade intelectual, o retorno da forma

Contexto: circunstância da obra: foi feita, mostrada e apreendida.

_________ Linha: linea
______________ cor/mancha

Figuração: realidade objetiva
&  -------- Abtração: forma pura 
__________ A arte como de fato ela é como ela é interpretada

Estilo: stilo (ponta seca) certa maneira de escrever > seguindo para o que é uma tendência de gosto (estratégia de representação)

Estilo diferente de maneira/maneirismo (o estilo corrompido)

Vanguarda: XIX: Avant Garde: inovação (sfumato de Leonardo da Vinci)
Academismo/Academia

Iconografia/Iconologia

Iconografia: análise descritiva
Iconologia: análise comparativa

Rubens, Deposição da Cruz (1614)

Iconografia: barroca, contrates, tem um homem morto, este homem é Jesus Cristo, representado de forma barroca, tem carnes, contrastes de luz, leituras diagonais.
Iconologia: a análise comparativa. ir para um significado mais filosófico.  

Van der Weyden. Deposição da cruz (1442)

Intervalo (voltamos em alguns minutos)

Postar um comentário